Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A EUCARISTIA E A FAMILIA FAMILIA QUE REZA UNIDA – PERMANECE UNIDA, FAMILIA QUE PARTICIPA NA EUCARISTIA – VENCE OS DESAFIOS COM ALEGRIA.

Segunda-feira, 03.11.14

A EUCARISTIA E A FAMILIA

FAMILIA QUE REZA UNIDA – PERMANECE UNIDA,

FAMILIA QUE PARTICIPA NA EUCARISTIA – VENCE OS DESAFIOS COM ALEGRIA.

«Aleluia!

O Senhor nosso Deus, o Todo-Poderoso, começou o seu reinado! Alegremo-nos, rejubilemos, dêmos-lhe glória; porque chegou o momento das núpcias do Cordeiro; a sua esposa está pronta.  Ele ofereceu-lhe um vestido de linho resplandecente e puro.» O linho representa as boas obras dos santos. Depois disse-me:

«Escreve: Felizes os convidados para o banquete das núpcias do Cordeiro!» (Ap. 19, 6-9).

 

 

Caros Leitores, Amigos e Paroquianos Ao iniciarmos o Verão, férias, lazer, descanso, mais luz, experimentamos mais e melhor a família, com sua bondade, atrativos, rotinas, encantos e vicissitudes. . Saúdo-vos caros leitores e às vossas Famílias, grandes ou pequenas, mais ou menos unidas, qualquer que seja a hora que vivem. O Papa Francisco convocou para o Sínodo sobre a Família um itinerário de trabalho em duas etapas: Assembleia Geral Extraordinária em Outubro 2014 destinada a especificar o “Estado da Questão” e a recolher testemunhos e propostas dos Bispos sobre o Evangelho da Família. A segunda Assembleia Geral será no Final do Outono de 2015, procurando linhas de ação para a pastoral da pessoa humana e da Família. Até vinte e seis de Setembro, a nossa Família Paroquial vive uma feliz caminhada sacerdotal. Depois viveremos plenamente este tempo de Família, reforçado pela Mensagem de Fátima, preparando o Jubileu 2017. E a Mensagem de Fátima, sendo trinitária e maravilhosamente cristocêntrica, é por excelência eucarística, como a própria Igreja e o há-de ser a Família cristã.

A Liturgia assumiu este passo do Apocalipse, na Eucaristia: “Felizes os convidados para a Ceia do Senhor”. Jesus, nosso Cordeiro pascal, é o Noivo. A Igreja a Noiva, preparada. Mistério da Fé na Eucaristia, Grande Mistério da Igreja e do Matrimónio, dirá S. Paulo. A Eucaristia, sacramento da caridade, apresenta uma relação particular com o amor do homem e da mulher unidos em matrimónio.

Matrimónio e Eucaristia. O dever de santificação da família tem a sua primeira raiz no batismo e a sua expressão máxima na Eucaristia, à qual está intimamente ligado o matrimónio cristão. A Eucaristia é a fonte própria do matrimónio cristão: alimenta, dessedenta, lava e purifica, fortalece e alegra o amor nupcial e familiar. No dom eucarístico da caridade a família cristã encontra o fundamento e a alma da sua «comunhão» e da sua «missão»: o Pão eucarístico faz dos diversos membros da comunidade familiar um único corpo, revelação e participação na mais ampla unidade da Igreja; a participação pois ao Corpo «dado» e ao Sangue «derramado» de Cristo torna-se fonte inesgotável do dinamismo missionário e apostólico da família cristã. A eucaristia – banquete das núpcias do Cordeiro – é o Sacramento do Esposo e da Esposa. Como toda a vida cristã, tem a marca esponsal e eucarística de Cristo e da Igreja. O individualismo do nosso tempo debilita o desenvolvimento e a estabilidade dos vínculos entre as pessoas e dis-distorce os vínculos familiares. A Comunhão eucarística é o remédio que previne, conforta, cura o narcisismo e relativismo nefasto do nosso tempo. É a comunhão com Cristo na Eucaristia, que transforma a vida. A Família é a igreja doméstica. A Eucaristia faz a Igreja e a Igreja faz a Eucaristia. Logo a Eucaristia faz a Família e esta Igreja doméstica prepara e faz a Eucaristia.

Juntos na Ceia do Senhor. Tertuliano, Autor cristão do sec. II, no Norte de África, casado, dizia do Casal: «Estão juntos na sagrada celebração, juntos na Ceia do Senhor, juntos nas provações, na perseguição e na alegria. Não há nenhum perigo que leve um a esconder-se do outro, a evitarem-se, ou a que um seja perturbado pelo outro...De boa vontade visitam os doentes e ajudam os necessitados. Dão esmolas com disponibilidade, todos os dias cumprem infatigavelmente os seus deveres. E não sabem que são como que sinais escondidos da Cruz! Agradecem sem reservas e abençoam-se um ao outro. Recitam salmos e hinos, alternadamente, porfiam entre si para ver quem melhor sabe cantar os louvores de Deus. Vendo e ouvindo isto...Cristo compraz-se e envia a sua Paz aos dois esposos. Onde está um casal cristão, também está Cristo!».

Prezadas Famílias, bom Verão, onde não faltem a boa leitura, melhor convívio e diálogo, cultura e lazer, a caridade e os doentes, mas sobretudo na Eucaristia dominical ou de sétimo ou no aniversário, está a força e a alegria de viver e crescer.

Saudando afetuosamente os Amigos Leitores e a inteira Família paroquial, desejo todos os Bens.

Vosso Pároco: Alípio Barbosa

Família Marques, de Gondomar

 

Editorial do Jornal Paroquial de Gondomar / S. Cosme – Maio-Junho2014

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por P. Alípio Barbosa às 00:57





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30